Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

dez segundos

uma mulher, sempre à procura de se melhorar, com algumas coisas para dar e muito para receber.

dez segundos

uma mulher, sempre à procura de se melhorar, com algumas coisas para dar e muito para receber.

06
Set17

K.

miss queer

chegou a altura de recomeçar a trabalhar com o meu K.

a uma semana de começar as aulas, ainda não tem os manuais nem foi comprar o material.

sim, já sei como são os pais dele... mas foda-se, tenho 28 anos e andei a contar os dias para que começassem as campanhas! este ano que também vou estar no lugar de aluna, queria ir a correr comprar o material! imaginam a tristeza de um miúdo de 11 anos ao dizer-me que ainda não tem nada? malditos pais!

mas nem tudo é mau.

quando ele parou de trabalhar e olhou para mim:

tiveste saudades minhas?

e depois, com aquele sorriso delicioso:

sabes que ninguém gosta de vir para aqui, certo? preferimos ficar a brincar... mas já tinha muitas saudades tuas.

este menino é tão precioso!

05
Set17

aniversários - parte 2

miss queer

bem... depois do post de ontem, devo confessar que já fiz bem pior do que a minha prima.

corria o ano de 2015, estava no último semestre da licenciatura, perdida no meio da investigação e da cadeira de retórica. já não sabia em que dia ou mês estava.

tinha prometido oferecer um telemóvel à minha rica mãe nos anos.

ao passarmos numa loja de telemóveis, senhora dona mãe decidiu lembrar-me da promessa. devo referir que faz anos em julho (apesar de no B.I. constar que é em agosto).

sim, mãe, não me esqueço, mas já não é este ano, agora só para o ano.

ela olha para mim .

então não é? já fizeste anos este ano...

volta a olhar para mim, desta vez .

ai... em que mês estamos?

novo olhar...

já não sabes quando é que faço anos?!

eu: claro que sei! não sei é que dia é hoje ou em que mês estou!

 

devo dizer que dois anos depois ainda levo com «não sabes em que dia faço anos!».

ah, estávamos algures entre maio e junho!

04
Set17

aniversários

miss queer

sexta foi dia de festa - aniversário da minha velhinha mana.

como às vezes damos para ciganos e gostamos de festejar durante muito tempo, as comemorações prolongaram-se todo o fim de semana.

há sete anos, comemorámos pela última vez o aniversário da avó, que teria sido ontem. os meus tios e primos, filhos e netos da minha avó, continuam, 34 anos anos passados, a baralhar as datas de aniversário da mana e da avó. resultado, uma das minhas primas mal entrou cá em casa:

prima, desculpa não te ter ligado sexta-feira, pensava que era hoje que fazias anos!

já nem com a família se pode contar para se lembrarem sem ser com o facebook!

 

digam-me... as vossas famílias também são assim tão distraídas?

31
Ago17

cheguei, mas...

miss queer

... ao contrário do que esperava, tenho andado com os minutos contados.

o centro ainda não (re)abriu e já recebi emails dos pais a pedir explicações! entre outros trabalhos que me têm deixado sem tempo, o tempo para vir aqui não tem sido nenhum.

mas falemos das minhas férias... foram apenas uma mudança de ambiente, semanas em que pude desfrutar da companhia de pessoas com quem estou menos ao longo do ano. já que tenho costelas alentejanas, dediquei-me ao descanso - o próximo ano vai ser duro, muito duro!

pelo meio, o senhor meu pai teve A consulta. aquela em que, finalmente, a médica decidiu fazer-lhe testes para confirmar se o raciocínio está mais lento, se está com a memória alterada... no final, disse-lhe que caso não começasse a ler livros, a fazer palavras cruzadas, sudoku, a fazer algo para manter o cérebro mais ativo, os comprimidos que lhe receitou de nada serviriam, a demência iria progredir rapidamente e iria ficar «cheché».

não, ainda não pegou em nenhum livro. e o livro de palavras cruzadas que lhe comprei - e que ele fazia facilmente há um tempo - tem três páginas iniciadas e não consegue fazer mais. mas aceitou a medicação.

é pena que a médica não nos tenha dado ouvidos quando os primeiros sinais surgiram. agora é esperar que os comprimidos façam algum efeito. e que ele tenha iniciativa para fazer alguma coisa por si. sobretudo isso.